15 de dezembro de 2016

Gel Lubrificante Íntimo no Cabelo?

Então dei de cara com diversos vídeos e postagens sobre a moda Low Poo, de gente passando gel lubrificante íntimo no cabelo. Muita gente elogiando...
Fui testar eu mesmo, claro, no meu cabelo.
Olha, gente, pode ser que dê certo com alguém, mas comigo foi um desastre. Ficou penteado na hora, ajeitado, mas depois que lavei (algumas horas depois), o cabelo ondulou, ressecou e foram dias e dias de hidratação com cremes condicionadores especiais (e caros) para devolver ao cabelo a hidratação.
Quem quiser, que tente... e depois me conte.

25 de outubro de 2016

As Unhas, Ondulação e Coloração


As unhas falam um pouco sobre nossa saúde


  Olhar as mãos faz parte de um check-up

Unhas saudáveis significam uma boa saúde. Se houver falta de cobre, zinco, água, ferro, hormônios e nutrientes, as unhas manifestam. Também manifestam doenças inflamatórias, uso de remédios e infecções locais.

Unhas amarelas: fumantes, fungos, medicamentos e cândida.

Unhas azuladas: problemas respiratórios, pulmonares, desoxigenação do organismo.

Unhas Vermelhas: infecções cardíacas, doenças autoimunes.

Manchas brancas e quebradiças: fungos, deficiência alimentar.

Unhas esbranquiçadas: cirrose do fígado, queda de proteína sanguínea, carência nutricional

Ondulações: interrupções no crescimento, febres elevadas, doenças intestinais inflamatórias


Ondulações verticais: geralmente é genético.

3 de junho de 2016

Psoríase e Metotrexate

O Metotrexate (MTX), como eu sempre desconfiei, não causa danos ao fígado em uso de longo prazo e em dose cumulativa.
Depois de décadas de estudo e diversas biópsias realizadas em pacientes que usam o MTX cronicamente, ficou comprovado que seu uso é seguro.
Notícia boa !

28 de maio de 2016

Acne e Isotretinoína

No tratamento do acne com isotretinoína (isotret) oral, há muito tempo conhecido vulgarmente (e erroneamente!) como "pílula da beleza", há uma tendência em não se usar mais doses elevadas em curtos períodos de tratamento (por exemplo, 3 meses), mas sim usar doses baixas em tratamentos mais longos (exemplo: 2 anos), para diminuir efeitos colaterais e toxicididade.
No tratamento com isotret, o que importa não é quanto tempo durará o tratamento, mas sim a dose acumulada para cada paciente.
Não posso deixar de aproveitar a oportunidade para repetir que os efeitos colaterais são severos, a disciplina para usar isotret é rigorosa e, em alguns casos, pode haver dano ósseo, muscular, hepático e na córnea.
Em alguns casos, os pacientes se queixam de olhos e lábios ressecados por muitos anos após o final do tratamento.
Em suma, não se deve usar remédios à toa....

22 de maio de 2016

Xampu Alisante promete Cabelos Lisos por até 3 meses

É um xampu para ser usado a cada 3 meses, pelo que andei lendo. Mas é composto de um pool de ácidos. Ácidos são bons para o couro cabeludo (descamação mais acelerada), porém para os fios ainda não está esclarecido.
Conduta: expectante!
Depois que algumas pessoas usarem, dou outra opinião.

20 de maio de 2016

A Vitamina D e a Pele cada vez mais Ligadas

São cada vez maiores as evidências de que ter a quantidade suficiente de vitamina D no organismo traz benefícios à saúde não apenas da pele, mas também das mamas, reduzindo risco de câncer, da saúde do trato intestinal e até mesmo das regulações da imunidade de um modo geral.

Entretanto, todo cuidado é pouco na hora da reposição de vitamina D, pois a dose excessiva pode causar lesões a órgãos vitais.

18 de maio de 2016

Os Homens no Consultório Dermatológico

E temos cada vez mais homens em busca de melhorar a aparência, o aspecto da pele, a hidratação das mãos e pés, a cuidando dos cabelos.
Parece que este paradigma finalmente mudou.
E a indústria da beleza de nada está reclamando....

A Verdadeira Fórmula da Beleza e Juventude ?

Não existe. Isso mesmo, não existe.
Ainda que a ciência invente coisas incrivelmente eficazes, o tempo passa, é uma ilusão contável.
Enquanto a gente se enche de creme e de cuidados, o tempo se encarrega de engolir todo este esforço.
E o ser humano é único, cada um tem seu estilo de vida.
O que você usa e lhe faz bem, eu uso e pode me fazer mal.
Aparência é muito importante, juventude é uma delícia, mas o bom-senso é mais valioso do que isto tudo junto.
É preciso sensatez para não deixar a gerontofobia (medo de envelhecer) transformar este anseio, esta ansiedade, em depressão e isolamento.
Milagres não existem. Ou, se existe algum, é o simples fato de estarmos vivos e conscientes.

15 de maio de 2016

Câncer de Pele e Diabetes

Ainda mais essa agora....
Um estudo demonstrou que, após os 60 anos, o diabético apresenta maior risco de câncer de pele.
Ainda não está completamente concluído o estudo.

O importante é que não se esqueça os riscos já conhecidos do não-tratamento do diabetes, só para relembrar:

Gangrena pela má circulação, infecções de pele, formigamentos, escurecimento das dobras da pele, maior incidência de reações alérgicas, coceira, ressecamento da pele (principalmente dos pés).

Vitamina D, Doenças da Pele e Psoríase

A relação da carência de vitamina D com diversas doenças e, mais ainda, com doenças dermatológicas, parece não ter fim.

A relação com osteoporose sempre foi conhecida, e recentemente fica cada vez mais evidente a relação com a psoríase, com a dermatite atópica e as alergias.

Também surgem evidências da quantidade de vitamina D com o envelhecimento e o aspecto da pele.

O que me impressiona muito e, para mim ainda é um mistério, é constatar que virtualmente todo mundo tem taxas muito baixas de vitamina D no sangue. Mesmo aquelas que dizem ter uma alimentação saudável e rica em alimentos que fornecem bastante vitamina D.

As doenças inflamatórias intestinais, e a síndrome do intestino irritável, certamente são responsáveis por diminuição da absorção da vitamina D. Mesmo assim, fico assustado em encontrar doses tão baixas em quase todo mundo.

Para relembrar, os alimentos mais ricos em vitamina D são: vegetais verde-escuros, morango, peixe, ovo, oleaginosas (castanhas), abacate e queijo. O alimento mais rico em vitamina D é a ostra, seguido pelo salmão e pelo ovo.

13 de maio de 2016

"Problema nas Juntas" em Pacientes com Psoríase

Apesar de não se falar muito em artrite em pacientes com tipo de psoríase comum (vulgar), a verdade é que quase 70% dos pacientes que têm a forma mais simples de psoríase experimentam alguma forma de dor ou de artrite em algumas articulações, e muitas vezes de difícil tratamento.

Isto faz com que mudanças no tratamento sejam feitas para aliviar a dor destes pacientes. É importante que o médico dermatologista esteja atento a isto e não se restrinja apenas ao tratamento das manifestações na pele.

12 de maio de 2016

TCHAU QUERIDA - UMA VISÃO DO MÉDICO - #tchauquerida

Pra quem me acha radical julgando (oi?...) meu posicionamento anti-PT (anti-comunista, anti-socialista, anti-fascista, anti-nazista, anti-leninista, anti-castrista, como preferirem), vou explicar só o que aconteceu com a classe médica, sem desmerecer diversas outras classes profissionais seriamente atingidas e semi-destruídas com mais esta tentativa de implementação do comunismo genocida no Brasil:

O que aconteceu nestes últimos anos com a medicina?

Inviabilização das Santas Casas, também através da corrupção interna, e do SUS. O SUS, amigos, basta ler o regulamento, não existe e, como vem sendo conduzido, é uma utopia.
Vetos do Governo à Lei do Ato Médico. Consequências: autorização à diversas classes profissionais sem formação em MEDICINA a atuarem como médicos nas mais diversas situações, algumas inimagináveis, como ministrar remédios à uma pessoa em surto psiquiátrico que dê entrada em um hospital.

Regulamentação cada vez mais enforcadora da Saúde Suplementar (“planos de saúde”), tornando inviável o fluxo de caixa, obrigando a saúde privada a ser tão universal quanto a ‘proposta’ do SUS (proposta que já dura 28 anos e o sistema público está pior), impedindo que se crie produtos diversos que atinjam os diversos tipos de clientela e suas demandas.

Programa Mais Médicos, que deu entrada a profissionais, alguns não-médicos (já comprovado), muitos propagandistas e militantes comunistas e, pasmem, recentemente o último GOLPE do Executivo foi liberá-los do exame conhecido como “Revalida”. Noves fora: qualquer um entra aqui. E, quem entrar na página do “Mais Médicos”, verá que a propaganda na TV é a ponta do iceberg de um golpe FATAL à Classe Médica Brasileira, estatizando especialidades, definindo rotas, condições (escravizantes, a meu ver) para ingresso nas especializações (residências), impondo condições absurdas que decepam, isto mesmo, decepam a liberdade individual de escolha e de rumo de carreira.

Troca da denominação “médico” no diploma de graduação para “Bacharel em Medicina”, erro grave que foi recentemente corrigido graças à luta dos Conselhos e Associações de Medicina.

Abertura indiscriminada de cursos de medicina pelo país afora – o país NÃO tem poucos médicos, ao contrário, tem médicos demais, porém estão muito mal esparzidos e não há incentivos financeiros e infra-estruturais para que haja melhor distribuição. Recentemente (semana passada?) assinou-se decreto abrindo mais CINCO faculdades de Medicina Federais.

Aumento da Carga Tributária às Cooperativas Médicas, também com elevação da contribuição individual dos cooperados ao INSS, atingindo valores que são o dobro do teto do recolhimento previdenciário.

Aumento da carga tributária para médicos pessoa jurídica (PJ), afinal.... todos fugiram da CLT e da autonomia, absurdamente tributadas, para um sistema menos solapador de proventos.

Demonização da classe médica na mídia (não estou cego à quantidade absurda de erros médicos prevalentes), culpando exclusivamente o profissional médico por toda uma falência de sistema, ou melhor, dos sistemas, tanto privado quanto público.

Recusa em regulamentar a profissão médica implementando a Carreira Federal do Médico no país.

Resumindo: para o governo, “o médico é o algoz da vez e será um dos nossos escravos”. Isto já foi feito com outras profissões.

Aos poucos, o projeto genocida do comunismo arrasa, isto mesmo, arrasa, todo o ambiente de uma nação.


A hora de fortalecer é AGORA ! Chega de vitimismo tipicamente brasileiro, chega de acomodação cristã (sou cristão). A linguagem que comunista entende não é esta! Entenderam? Olhem o exemplo da Ucrânia.

6 de abril de 2016

DERMATOSCOPIA COM TRICOGRAMA EVOLUTIVO DOS CABELOS

ORIENTAÇÕES PARA

DERMATOSCOPIA COM TRICOGRAMA EVOLUTIVO DOS CABELOS

Objetivo do exame: identificar possíveis causas de queda de cabelo. Analisar padrão dermatoscópico do couro cabeludo e dos cabelos. Analisar crescimento dos cabelos e classificar padrão de crescimento dos cabelos relacionando às fases do ciclo capilar.

Lavar os cabelos antes de ir ao consultório para o exame, usando xampu anti-resíduos ou xampu anti-caspa comum.

Será realizado corte rente ou raspagem da região a ser fotografada, cerca de 1cm²

Comparecer novamente ao consultório 48-72 horas depois, com os cabelos lavados, para nova fotografia.

Objetivo do exame: diagnosticar tipos de queda de cabelo a partir da análise das fases de desenvolvimento e do padrão de crescimento dos cabelos, bem como análise dermatoscópica dos fios e do couro cabeludo.
Primeira foto /coleta: 3ª-feira – parte da manhã  ou  4ª-feira – parte da tarde
Segunda coleta – segunda foto: 6ª-feira, de 8h às 17h

É necessário AGENDAR (por telefone ou email: dermatobruno@gmail.com)

Não se deve vir na 6ª-feira para a primeira coleta / fotografia.


Laudo em até 7 dias corridos após a ultima coleta – envio por e-mail, em formato PDF para impressão em alta resolução.

18 de fevereiro de 2016

“Consertar” os Estragos do Verão na Pele


O verão é um período em que nossa pele sofre diversas ações prejudiciais: temperaturas altas, suor, fricção de lenços de pano, lenços umedecidos, toalhas (para secar o suor ou remover a oleosidade), removedores de maquiagem, lavagens excessivas e constantes com sabonetes agressivos, ressecamento pelo ar-condicionado e aumento da produção de sebo com “abertura dos poros” (tanto devido ao calor quanto ao ressecamento). E não se pode esquecer também do excesso de uso de protetor solar que, apesar de benéfico na proteção, é também um excesso que as peles mais sensíveis muitas vezes não aguentam, reagindo com dermatites, alergias e descamação.

Acabando o verão, é hora de tratar estes estragos.

A pele, de início, precisa de um “descanso”. Alguns dias sem utilizar nada, a não ser sabonetes muito suaves e que removam apenas o necessário da oleosidade, para que a pele recomponha suas proporções de água e de gordura ideais.

Em seguida, é hora de usar produtos adequados à meia-estação (outono) e ao inverno, de acordo com cada tipo de pele. Entre estes produtos, é clássica a escolha de três produtos: sabonete, hidratante noturno e protetor solar diurno. Para quem não gosta de usar diversos produtos num mesmo dia, a escolha de um protetor solar que combine hidratação, maquiagem e proteção solar, é o ideal. Mas, para quem gosta de dormir com a pele sendo tratada, separa-se estas duas funções.

No inverno, se sua pele for oleosa, não é interessante usar exageradamente estes produtos, pois podem causar dermatite.


Lavar o rosto várias vezes também não é recomendado, pois isto estimula a pele a produzir mais sebo, já que temos a necessidade de uma camada protetora (para não perdermos água pela pele) e é assim que nosso organismo "entende". No máximo 3 lavadas por dia.

7 de dezembro de 2015

HPV - um perigo invisível

Recomendação do CFM sobre a atitude do médico:
"RECOMENDA:
Art. 1º Nas consultas médicas em adolescentes a partir de 9 anos, o médico
verificará a situação vacinal e orientará as pacientes, seus pais e, quando
cabível, seus representantes legais, a respeito da vacinação contra o HPV.
Art. 2º O médico destacará que a vacinação é sempre uma necessidade,
orientando e esclarecendo a paciente, seu representante e/ou sua família sobre sua importância na prevenção do câncer de colo de útero, vagina, vulva e ânus.
Parágrafo único. O médico alertará que a vacina é um direito das
adolescentes, como definido pelo Programa Nacional de Imunização do
Ministério da Saúde e disponibilizado no SUS, e é um dever dos pais ou dos
representantes legais viabilizar sua administração."


Fonte: CFM - Conselho Federal de Medicina